Sociedade

Hot Zone: É aqui que nascem os sonhos



"Um sonho é uma atividade mental que se carateriza por uma imaginação sensorial que é vivida à semelhança da realidade desperta”. É assim que J. Allan Hobson define o sonho. Para este que é um dos investigadores mais reconhecidos sobre o tema, o sonho é algo com significado, mas com muitas questões em aberto, e que por isso merece ser estudado.

Segundo o jornal El País, foi isso que fez um grupo de neurocientistas dos Estados Unidos, Itália e Suíça, que descobriu que os sonhos são produzidos numa zona específica no nosso cérebro. Chama-se Hot zone, fica acima da nuca e é responsável pela fase do sono em que o corpo dorme mas o cérebro continua ativo.

O estudo foi feito num grupo de 32 pessoas, enquanto dormiam, que despertaram durante várias fases ao longo da noite. Às que acordaram 10 vezes, foi pedido que se recordassem da última memória que tinham do seu sonho. Isso porque a Hot zone está associada às lembranças que retemos dos nossos sonhos e, para os investigadores, a intenção é a de analisar o que produzimos inconscientemente durante o sono.

De facto, são diversos os casos em que grandes ideias foram produzidas durante o sono: Paul McCarney produziu a música Yesterday graças a um sonho e o médico Frederik Grant sonhou com a investigação que o levou a descobrir a insulina. São estes alguns dos muitos casos que provam que vale a pena investigar este tema. E se, até então, de horas de sonhos apenas nos lembramos dos últimos minutos, com a descoberta da Hot Zone acredita-se ser possível recordar melhor.

Campo imaginativo, neurológico e filosófico

O sonho é um tema denso, que tem vindo a ser estudado por diferentes áreas que se interligam. Se no campo neurológico se sabe que os sonhos são criados durante a fase REM do sono (Rest Eye Movement), que é quando os nossos músculos estão em repouso mas o cérebro não, há também o lado que prova que o sonho é composto por elementos que temos na nossa imaginação e que inconscientemente juntamos para criar aquilo que resulta em sonhos. Além disso, estudos filosóficos ditam que o sonho é a forma do nosso consciente organizar os pensamentos que armazenamos na memória, razão pela qual sonhamos mais frequentemente com coisas que nos preocupam ou nos iludem.

Fonte: N. Minutos/LD

http://tpa.sapo.ao/noticias/sociedade/hot-zone-e-aqui-que-nascem-os-sonhos
Todos Os Direitos Reservados